segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Fresco do mito grego de "Leda e o Cisne" descoberto em Pompeia

Fresco do mito grego de "Leda e o Cisne" descoberto em Pompeia
O Parque Arqueológico de Pompeia informou esta segunda-feira da descoberta arqueológica de um fresco do mito grego de "Leda e o Cisne", entre as ruínas deste sítio, localizado em frente ao golfo de Nápoles, em Itália.
Segundo a mitologia, Leda, mulher de Tíndaro de Esparta, passeava junto ao rio Eurotas quando foi seduzida ou violada -- depende das versões -- por um cisne, que era, afinal, Zeus camuflado.
Leda pôs, então, dois ovos, dos quais nasceram quatro filhos: os gémeos Pólux e Castor, Helena -- futura mulher de Menelau, rei de Esparta, e causadora da guerra de Troia - e Clitemnestra. Mas apenas Helena e Pólux eram considerados filhos de Zeus e, portanto, imortais.
O fresco descoberto em Pompeia retrata o encontro entre Leda e Zeus, numa "cena de grande sensualidade", segundo indica o comunicado de imprensa do parque arqueológico.

Fonte: SIC Notícias & Agência Lusa

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários estão sujeitos a moderação.