sexta-feira, 7 de junho de 2019

O Tratado de Tordesilhas faz 525 anos!


Planisfério de Cantino
Foi assinado 7 de junho de 1494 na localidade castelhana de Tordesilhas.
Foi um tratado celebrado entre Portugal e Castela, para dividir, entre estes dois poderosos reinos, as terras "descobertas e por descobrir" fora da Europa.

O Tratado de Tordesilhas assinado entre D. João II de Portugal e os Reis Católicos consagrava a Portugal todos os territórios compreendidos até ao meridiano que passa a 370 léguas a ocidente da ilha de Santo Antão, do de Cabo Verde.

Esta linha imaginária permitiria englobar, na coroa portuguesa, para além das terras africanas, a Índia, parte da Ásia e o Brasil, de cuja existência apenas sabia D. João II desde a viagem de Bartolomeu Dias em 1488 ao cabo da Boa Esperança.


Este tratado representou a evolução do processo de expansão europeia levada a cabo por Portugal e Castela. Foi a primeira vez na história que duas potências partilham o mundo tornando-o bipolar. Para Portugal, representou a capacidade de definir uma área de influência em paz com Castela e dentro do que eram os objetivos estratégicos do rei D. João II.

(evocação histórica dos alunos do 8º C)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários estão sujeitos a moderação.